Páginas

quarta-feira, 23 de junho de 2010

hoje é o dia...o teu dia!


04h00m em Portugal ; 00h00m no Brasil.

Vou fazer isto como se fosse uma carta que te escrevi, mas que nunca enviei e ficou guardada entre os meus cadernos com folhas em branco; Pelo menos desta vez, sei que vais ler as minhas palavras e que elas não vão ficar escondidas com a timidez.
Vou directa ao assunto, sem mais demoras e o resto vem depois!
Quero dar-te os Parabéns, pelo teu
Décimo Nono ano de vida neste Mundo que por vezes é cruel demais para todos nós; Chegas-te até aqui, lutas-te, venceste batalhas e provavelmente deixaste algumas pelo caminho, foste forte e fraco em algumas situações. Tu cresceste, tu aprendeste, tu ensinaste. Talvez tudo isso faça parte do passado, mas… embora eu esteja, agora no Presente, também estava nesse tal passado, então eu não o posso deixar em branco, hoje e aqui. Foi todo o teu passado, que te trouxe o que és, agora, no presente. E vão ser todos os ensinamentos que ele te deu, que te vão manter na luta constante que a vida é.
Queres que te fale do Futuro? Espera mais um pouco, vamos lá chegar.
Eu agora quero falar do presente e tudo o que tu és nele, só tenho um pequeno problema, eu não sei por onde começar.
Posso começar ou tentar pelo menos dizer que tu evoluíste a olhos vistos e com essa mudança, tu, mudaste muita coisa. Tu tornaste-te uma pessoa mais doce, tornaste-te aquilo que eu a tanto esperava, por vezes vacilas…mas não te posso culpar por isso, quando eu costumo ser a grande causa.
Não importa isso agora, hoje é o teu dia, o teu dia!
Como eu costumo dizer-te, tenho orgulho em ti e o que vou dizer de seguida, nunca te disse, mas existe sempre uma primeira vez para dizer-mos aquilo que sentimos: Muitas vezes eu gostava de ser mais como tu, ter mais a tua maneira de ser… isso iria poupar-me tanta coisa!
Mas… mas eu não sou como tu, então eu tento ser mais a tua maneira, tento adaptar-me e aprender contigo, porque em tantos anos de escola, tu foste o melhor professor da minha vida, ensinaste-me coisas que nenhuma outra pessoa seria capaz de me ensinar, ensinaste-me o mais importante e aquilo que poucas pessoas actualmente não sabem fazer, ensinaste-me a
AMAR e amar com tudo aquilo que eu tenho, de corpo e alma e só o conseguiste por seres quem és e como és, porque não és um rapaz vulgar, és daqueles que se acha um em um milhão, eu achei-te… sou uma sortuda não é?
Foste como a sorte grande naquele
Dezanove de Abril de Dois Mil e Oito; Porque eu prefiro ter-te a ti, do que muito dinheiro, tu vales mais , tu podes durar para sempre e podes levar-me a sítios onde o dinheiro nunca levaria, podes mostrar-me coisas que o dinheiro nunca mostraria e a cima de tudo, podes dar-me a felicidade que o dinheiro nunca daria. Dinheiro é material, pode apenas durar um dia nas nossas mãos e tu podes durar uma vida dentro do meu coração, não existe maior tesouro que o teu coração, pelo menos para mim!
Sinto-me realmente inspirada e nem sei porque, ultimamente as palavras fogem de mim, quando é para me dirigir a ti, fico sem saber o que dizer, não porque eu não queira, apenas… quando surges o meu coração acelera demais e as minhas mãos tremem… Eu não sei, mas acho que é receio que entres por aquela “porta” e ponhas um fim a tudo aquilo que sempre acreditamos, talvez seja por isso. Eu sei que não o vais fazer, mas quem manda em nós? Nós não mandamos em nós, nós reagimos de acordo com não sei bem o quê, acho que com o nosso cérebro provavelmente, que tanto nos deixa bem como mal, ele é um malandro que por vezes nos deixa a nora e nos faz fazer coisas que nem sempre queremos, que nos faz magoar.
Temos de ser mais fortes que ele, temos de saber lidar!
Não, por favor palavras , não sumam agora, eu preciso de vocês, fiquem!

Quero por fim, agradecer-te por seres a pessoa que és e por me fazeres ser a pessoa que sou; obrigado por confiares em mim; obrigado por me proporcionares sorrisos, lágrimas, apertos no coração e preocupação é estranho eu agradecer-te isto, mas se não fosse isso, como poderia eu amar-te e como poderias tu fazer parte de mim? Não te amaria e não farias, provavelmente, porque é tudo isso que me faz amar-te loucamente e sentir isso mesmo, amor!
Obrigado por vezes seres um amuado e irritante, porque assim eu tento acalmar-te; Obrigado Filipe , Obrigado de coração por te teres mantido vivo , meu amor; porque se assim não fosse, eu não sabia metade do que sei hoje, tu és o meu livro aquele que gosto de ler e estudar e que tem sempre mais uma página cada dia que passa; obrigado, simplesmente isso !

Sogrinha, mais uma vez lhe agradeço por ter dado este ser tão maravilhoso a luz!

Amor, meu lindo amor, meu homem, minha vida eu quero muito mas muito que tu sejas feliz e no que depender de mim, isso irá acontecer… Eu irei tentar e conseguir, até que tu não queiras mais que a tua felicidade passe por mim, como já te disse… No dia que quiseres ir, eu não te vou prender, mas até esse dia chegar, se chegar vou prender-te em mim, com todas as forças que tenho e que não tenho, porque eu preciso de ti na minha vida, todos os dias!



Já a 3 Verões que te vejo crescer,
meu pequeno grande homem *-*



Amo-te de todo o coração, meu e só meu Filipe Pereira Fernandes !





A tua, Andreia Cartaxo. 



P.s. Não falei do futuro, não é? Vamos deixar que ele fale por si mesmo .

5 comentários:

Yarah Marla Saraiva Rolim disse...

*-* nossa. que Lindo.. que tudo lindo *-* O video, o texto. Parabens *-*

Catarina disse...

Oh que bonita declaração, que palavras lindissimas e agora percebo o porquue de me dizeres que sabias bem o que é a distãncia. Tu ainda estás pior que eu, as quando se gosta tenta-se encurtar essa distancia de todas as maneiras possiveis e imaginárias. É tão ver assim um amor :D
O video como já te tinha dito ontem está absolutamente lindissimo, tens mesmo imenso jeito.

Desejo-te toda a felicidade do mundo e que esse amor duro assim muito tempo.

Parabéns a ele já agora :P

Beijinho *

Alguém... disse...

Lindo querida :')
Perfeito, tão verdadeiro*

More Than Words * disse...

adorei o P.S. :D

Jose Ramon Santana Vazquez disse...

...traigo
sangre
de
la
tarde
herida
en
la
mano
y
una
vela
de
mi
corazón
para
invitarte
y
darte
este
alma
que
viene
para
compartir
contigo
tu
bello
blog
con
un
ramillete
de
oro
y
claveles
dentro...


desde mis
HORAS ROTAS
Y AULA DE PAZ


TE SIGO TU BLOG




CON saludos de la luna al
reflejarse en el mar de la
poesía...


AFECTUOSAMENTE
ANDREIA

ESPERO SEAN DE VUESTRO AGRADO EL POST POETIZADO DE BLADE RUUNER , CHOCOLATE, EL NAZARENO- LOVE STORY,- Y- CABALLO.

José
Ramón...