Páginas

terça-feira, 26 de outubro de 2010

reflexão.

(Imagem feita por mim.)

Espero que esta página não fique em branco, depois de já estar repleta de palavras que descrevem algo que vi e que de certa forma apurou os meus sentidos e os meus sentimentos.
Acho que ultimamente ando a navegar um pouco por águas menos calmas e tempestuosas e o meu barco já tem algumas fendas e eu tenho de o concertar. Pois bem, vi um filme que mexeu bastante comigo. E tirei dele a seguinte lição: A ultima pessoa que esperamos amar é a primeira que vamos amar melhor e para toda a vida; essa pessoa pode ser quem menos se espera, pode ser alguém que está mesmo em frente aos nossos olhos e nós não a vemos e é preciso haver que nos obrigue a descobri-la como uma certa obrigação e essa pessoa vai acabar por mudar a nossa vida e tudo o que acreditamos; vai mudar a nossa forma de ser, pensar e agir… vai fazer com que sigamos mais o coração e as coisas verdadeiras da vida, vai fazer com que queiramos ser livres e faça-mos aquilo que gostamos de verdade ou então vai ajudar-nos a descobrir novas paixões, novos sentimentos, novas emoções. E essa pessoa vai passar de nada a tudo na nossa vida, nós vamos começar a preocupar-nos com ela, nós vamos quer tê-la sempre do nosso lado, mesmo que tudo o que saibamos sobre ela não passe de uma grande mentira para encobrir algo que é cruel, algo que magoa, ainda assim não desistimos quebra-mos regras, sofremos consequências e arriscamos por uma verdade e no fim, no fim podemos ganhar ou perder, podemos seguir vários caminhos e podemos deixar seguir essa pessoa caminhos diferentes, mas ficamos com ela até ao fim e quando ela vai guardamo-la no sitio que conquistou, no coração. E agradecemos por tudo, aprendemos uma lição e vivemos.
Essa foi a lógica que tirei do filme; e fez-me pensar… muito, nas minhas acções.
A pessoa que amo já esteve diante dos meus olhos e foi preciso que fosse para bem longe, para eu ter tido a oportunidade de a conhecer, para eu ter a oportunidade de mesmo estando longe, podermos estar juntos… Porque o amor é assim, não importa onde, quando, nem porquê, ele surge, bate contra ti e deixa-te marcado para toda a vida, mesmo que essa marca só apareça anos depois, estás destinado. Um conselho? Têm atenção quando andas na rua, repara em todas as pessoas e não deixes que nada de passe ao lado.  Amas alguém em segredo? Tens medo de dar um paço em frente? Não tenhas, sê forte porque amanhã pode ser tarde demais e lembra-te, tu nunca sabes tudo sobre alguém por mais tempo que passes junto. Tenta escutar e compreender, dá atenção, um sorriso, um abraço, um grito… O que achares necessário, só não fiques ai parada/o.
Porque verás que depois da luta e dos momentos duros vem aqueles que vão ser valiosos, por mais pequenos que sejam. Como o que estou a viver agora, tenho a pessoa que mais amo a resolver casos comigo e tenho muito orgulho nele, muito… Porque apesar de tudo ele é a pessoa mais diferente, mais fantástica e mais única que eu alguma vez conheci. E está na hora, esta é a hora de aproveitar cada momento com ele, sem nada a atrapalhar, sem fins.
Está na hora de eu parar, pensar e agir e não fazer nada mais errado, está na hora de eu deixar o meu coração falar e pedir silêncio a minha cabeça, porque ela não sabe nada e o meu coração sabe tudo.
É agora, é agora mesmo.

P.s.-  Amo-te mais que tudo, meu Filipe Fernandes !
P.s.2- O filme em questão chama-se “Keith” , aconselho vivamente.

9 comentários:

Catarina Bessa disse...

Adorei :)

Catarina disse...

Oh minha querida adorei, está mesmo bonito o textinho e o filme deve ser mesmo bom .

Beijinho *

Catarina Bessa disse...

Ja foram tantas oportunidades :x

Catarina Bessa disse...

Mas parece que por muito que lute n há resultados :x

Catarina Bessa disse...

Sabes minha querida? Obrigada por todo o teu apoio. Do fundo do coração <3

Catarina Bessa disse...

Sei que tens toda a razão. Tens. Mas e tão dificil por vezes. E creio que sabes disso. Mas as pessoas deviam de agir tal como acabaste de descrever meu bém <3

Catarina Bessa disse...

Sim amor. Tens toda a razão. Obrigada. Muito obrigada. És incansavel, meu bem <3

Catarina Bessa disse...

E eu fico feliz por "conhecer" pessoas como tu <3

Catarina Bessa disse...

Normal mas amiga :)