Páginas

segunda-feira, 4 de outubro de 2010

venham mais !

2/365

15 horas e 06 minutos do dia 04 de Outubro de 2010
11 horas e 06 minutos do dia 04 de Outubro de 2010


Quatro horas de diferença, em um Continente diferente, duas pessoas unidas por algo que ultrapassa todas as horas de diferença e todos os quilómetros de distância, um amor quase impossível de explicar, porque poucas – embora existam muitas palavras no dicionário - se encontram para o descrever. Hoje de madrugada, eu estava deitada na minha cama e veio ao meu pensamento um querer muito forte e eu deixei cair umas tantas lágrimas, não de tristeza, não de vazio, não de dor mas sim de desejo. Eu não vou revelar este pensamento, não aqui porque não quero que pensem que eu sou promíscua, porque estaria a passar uma ideia completamente errada daquilo que eu sou. O amor é mesmo assim não é?!
Cheio de desejos e vontades de querer mais, sempre mais da outra pessoa… Pelo menos o meu é. Hoje é mais um daqueles dias especiais em que realmente podíamos fazer uma retrospectiva a tudo o que já passamos porque afinal de contas já são uns anos juntos, sim quem ler isto pensa que estamos juntos a anos e anos… mas não, ainda não chegamos a esses anos e anos, mas nas nossas circunstâncias dois anos e cinco meses, é muito mas muito tempo juntos, mesmo estando separados nós estamos sempre juntos a todos os momentos do dia, nem que seja através de um pensamento ou de um piscar de olhos que deixa a nossa imagem vem visível na nossa mente e nos faz soltar um sorriso estejamos nós onde estivermos.
Confesso que hoje não me encontro profundamente inspirada e não sei mesmo que palavras usar. Mas já que anteriormente falei em retrospectiva podia fazer uma, sem remexer no passado, porque esse já não me importa mais. Sabes que nós crescemos bastante desde que estamos juntos? Tu sempre foste um rapaz inteligente e cativante, mas agora estás bem melhor que antes, mais maduro , mais ponderado nas tuas acções e palavras. Eu também mudei muito, lembraste que eu era fraca? Eu não sou mais, eu agora não tenho medo de enfrentar o que quer que seja e não deixo que me mandem a baixo com tanta facilidade, tornei-me mais confiante e feliz, continuo a ser um pouco desconfiada mas isso com o tempo – com ainda mais tempo – acaba por mudar, basta ter-te um dia que seja comigo, para isso acabar. Voltando a ti, agora sim… Posso dizer ainda com mais certezas que és tudo o que um dia sonhei, és o meu príncipe encantado, mas não és o príncipe encantado de um conto de fadas, porque contos de fadas não existem, existem coisas próximas disso. Embora tenhas o feitio mais complicado que eu conheço – tirando o meu - , apesar de amuares frequentemente – não tanto como eu - , e apesar de seres um resmungão – não tanto como eu – és perfeito, de uma forma que só tu sabes ser, és perfeito com todas as imperfeições e defeitos, mas eu sei respeitar-te dessa forma, sei estar contigo assim. Já tu sabes lidar comigo como mais ninguém sabe, é incrível como me conheces bem. Aliás, acho que ambos nos conhecemos bem um ao outro, e o que somos hoje e agora, antes não era-mos. Agora somos mais e melhores, somos contra tudo e contra todos e nada nos derruba e isso deixa-me extremamente orgulhosa porque é sinal que temos vindo a fazer um óptimo trabalho de equipa. Tu ensinas-me e eu ensino-te, tu estás comigo e eu estou contigo, tu sabes o que eu sinto e eu sei o que tu sentes. 
Tu sabes ler-me e eu sei ler-te, quantas relações existem assim? 
Eu não sei responder a isso, mas sei que a nossa é sincera e esta para durar exista ou não distância pelo meio, porque o destino não nos juntou de novo por acaso, ele fez isto com um propósito, ele fez isso porque somos a salvação diária um do outro, a vida um do outro. E eu acredito que o destino não nos voltará a separar de novo, não , ele não irá fazer isso… Nós não deixaremos. Agora acredito que eles nos possa é juntar ainda mais.
Sabes o que mais quero? Chegar a casa e estares lá tu, com os teus livros de direito, concertado no estudo, quero poder dar-te um beijo suave e perguntar-te : “Como correu o teu dia amor?” , quero sentar-me do teu lado e ficar ali a estudar contigo , horas e horas a fio. 
Quero que me peças mais uma vez em casamento, apesar de já o teres feito e a resposta ter sido mais do que obvia, posso dizer que estou noiva embora não tenha o anel, não importa o que importa aqui realmente é que estamos noivos – que bem que sabe dizer isto! - .
Quero poder dar-te uma linda menina, e quero ver-te a seres o pai mais babado do Mundo. 
E depois disso, teremos sempre algo que é completamente nosso, fruto do nosso amor e sangue do nosso sangue. Quero viver o resto da minha vida contigo, crescer contigo, envelhecer contigo , viver uma longa e bela vida do teu lado.
Porque agora podemos estar assim longe, mas mais tarde ou mais cedo, estaremos nos braços um do outro, sem vontade de nos largar-mos e simplesmente ficarmos assim por tempo indeterminado. Hoje está em mim uma felicidade serena, não estou eufórica… estou calma, mas feliz. Porque ultrapassamos mais um mês cheio de obstáculos.
Preciso realmente de ti na minha vida como sei que precisas de mim na tua.
Por isso, prometo-te com todo o meu coração que isto nunca terá um fim, prometo-te mais uma vez e vezes sem conta. 
Tu és o homem da minha vida, Filipe Pereira Fernandes, és meu e só meu ! 
Amo-te mais que tudo e mais além de tudo que nos é visível. 

Eternamente !

4 comentários:

joanabogalho disse...

está lindo $:

Morce disse...

caraças, isto foi mesmo sincero!
Felicidades

friendshiptoalways disse...

tenho de ser sincera , começei a ler o este texto deste teu blog super interessante e não pude acha-lo mais idêntico comigo. NÃO É PERFEITO , a perfeição não importa , mas sim a verdade nas palavras , o sentimento no coração e a sinceridade e confiança na distância.
vou ter de referir várias coisas , tais como:
- gosto imenso da forma como escreves , superas de alto qualquer blogue que tenha visto até hoje , não tenho palavras para como me auto-descrevi neste blogue e se hoje não voltar mais à internet , acredita que fico com um orgulho enorme de aqui ter vindo e ter entrado novamente neste blogue e sentir uma sensação que tu , melhor que ninguém , sabes o que eu também sinto;
- também tenho de referir que começei a lê-lo e a querer prestar atenção a cada frase/parágrafo que aqui tens para seleccionar e colar aqui na zona do comentário e comentar , mas não há hipotese porque para isso teria de colar o texto todo;
- por fim , dizer-te que não me encontro a uma distância tão grande do meu amor como tu , segundo o que me apercebi pelo teu lindo testamento e queria dizer-te que te acho uma grande mulher e uma mulher que apesar de tudo é segura e que tem a triste causa da distancia e muitas vezes queixamo-nos de coisas que para ti são muito mais bem complicadas e não te dás ao trabalho sequer de te queixar tanto (...)

poderia continuar a escrever aqui muito mais , mas espero uma resposta tua :$ estou muito orgulhosa. SINCERAMENTE <3

Inês. disse...

a sério? :$
espero bem que siiim :)