Páginas

segunda-feira, 23 de maio de 2011

hey soul sister.



Estou sentada na janela, queres que te descreva o que vejo?
Luzes dos candeeiros da rua, carros, uma senhora à janela na rua de cima. Ouço portões a fechar e cães a ladrar. Sinto uma brisa leve que corta o calor que paira no ar e um aroma a folhas e quente. Tenho a música a tocar, mas baixinho.
Sabes porque hoje escrevo para ti? Porque de uma forma ou de outra eu estou feliz, estou feliz por finalmente nós estarmos no caminho certo e por termos ficado quando a opção mais fácil seria partir, ambas escolhemos ficar e isso só demonstra o quão verdadeira e forte se tornou esta união, sim porque nas amizades também existem uniões e sem elas nada sobrevive. Hoje quando te mandei uma mensagem a dizer que tinha tido um sonho mau, tu ligaste-me no momento a seguir e isso surpreendeu-me e ai mesmo com lágrimas no rosto senti um aperto forte no peito, um aperto de conforto. Disseste para eu não ter medo e que os sonhos não se realizam, a verdade é que sabemos que alguns se tornam reais e magoam. Agora estou aqui a falar contigo ao mesmo tempo que escrevo este texto e tu não tens noção de que o estou a fazer. Á muito tempo que não me sentia assim em relação a uma amiga, á muito tempo que eu tinha perdido a confiança nas pessoas e o poder de voltar a gostar como antes (tu sabes de quem falo) , mas hoje eu vejo que isso mudou embora não tenhamos tantos momentos partilhados em corpo, temos muitas memorias gravadas no coração e dos poucos momentos que tivemos foram completamente genuínos e bem aproveitados. A nossa ultima tarde por exemplo, ninguém se engana na paragem de metro em Matosinhos mas nós enganamo-nos e tivemos de andar para trás a pé, falamos de príncipes e eu calcei um pássaro morto (medo), a perguntei à uma ou duas pessoas o caminho e finalmente chegamos a praia onde tomaste puder da minha linda Alphazinha, onde me tiraste uma fotografia em que eu estava com o sutiã a mostra e apeteceu-me matar-te , onde tu gritavas :
«eu estou a magoar-teeee . » e eu dizia «não estás nadaaaa. »
Onde demos boas gargalhadas, nesse o dia o mar não me trouxe aquela tristeza. Mas sei que me lamentei sobre ele , como sempre faço. Ir a procura de um Pay Shop porque és um génio e só carregaste o andante com uma viagem, mais uma caminhada. Quando finalmente entramos para o metro, embora ainda faltasse algum tempo para voltarmos a separar-nos eu já sentia saudades. Mas sabes do que me lembro melhor desse dia, quando te abracei e te chamei de melhor amiga pela primeira vez, mas eu julgo que não ouviste. Tenho saudades tuas mesmo que neste mesmo momento fosse como se estivesses aqui. Melhor amiga é igual a Márcia Moreira 

13 comentários:

c. disse...

que bonito *-*

Hayley Nyya* disse...

Que lindo! *-*

Cátia Mourisca disse...

adorei! (:

Catarina disse...

Adorei , não há como faze-lo ainda para mais quando falas desta amizade tão especial que tanto vos orgulha . Desejo que essa amizade dure muitos anos mesmo com os altos e baixos como tem que ser, pois só assim podemos sentir o verdadeiro valor da palavra amizade .

Beijinho *

carina, disse...

oh que bonito :')

Gonçalo disse...

gostei muito do post *

Mafalda disse...

Gosto muito:)

simba disse...

estou sentada em frente ao computador, e sabes o que vejo neste momento? vejo-te a ti na webcam com aquele ar sereno que sempre soube que tinhas, e sabes o que me dá mais felicidade, saber que por mais longe que a gente esteja, estamos sempre perto uma da outra.
parece que finalmente conseguimos cumprir o que realmente já devíamos ter feito há bastante tempo, ou seja, ficarmos juntas mas por vezes temos aqueles impedimentos, aqueles sobressaltos que nos impede, que faz com que haja brigas, mas sabes, hoje sinto-me outra pessoa, sinto-me a princesa do teu reinado, o teu reinado de sinceridade e lealdade para comigo.
as únicas coisas que te devo são um pedido de desculpas, um obrigado e um «não me deixes», não te peço mais nada.
agora anseio pelo dia em que te ouvirei de novo a dizer «melhor amiga», porque sim, eu ouvi embora penses que não e também te chamei o mesmo ao fim da tarde, embora tenha sido em tom baixo.
amo-te melhor, não desde sempre, mas para sempre. (L)

Annie disse...

Oh, lindo lindo lindo! :)

Vanessa disse...

Gostei *

mariana f. disse...

ohh, que lindo (:

Eliana Correia. disse...

que fofinhaas :)

(P.S) Patrícia S. disse...

eu adoro isto, adoro adoro e adoro e para te ter sincera é daqueles blogs que inspiram qq um !