Páginas

quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

you gone.


eu quis desaparecer e tu ficaste todo ofendido e julgaste que eu te estava a jogar fora.
não desapareci, não me desliguei e sabes porquê ? Porque mais uma vez (só mais uma) tu o fizeste por mim.
Eu é que fui jogada fora como se me tratasse de uma maquina descartável, comigo ficaram todas as imagens e todas as palavras de ti e um dia eu revelo-me e guardo os negativos num baú bem fundo. Quanto as imagens, essas vão ser jogadas para bem longe da minha vista. Não quero mais olhar para elas, já basta lembrar-me de como te foste embora como se mil duzentos e quarenta e oito dias fossem apenas dois. Não olhas-te para trás quando eu fiquei a suster a minha respiração a espera desse momento. Mais uma vez foste e desta vez não quiseste saber. Um dia supero-te e rezo para que nesse dia tu dês valor ao que perdes-te. Vai dar-me um certo gosto dizer-te : «eu avisei-te, meu amor.» e sorrir-te.
Por agora é tudo , continua um «fim» colocado na nossa porta .
Por enquanto resta a memoria de ti, o amor por ti . Um dia , o que restará ?!

17 comentários:

Hapi disse...

Gosto muito!

Sofia Moreira disse...

adorei :)

Alice disse...

Bom ano <3

ana disse...

um bocadinho, sim.

ana disse...

então e tu como estás?

Sabrina disse...

Tão lindo!

Susan disse...

gostei do blog *

alexandra disse...

minha princesa, estou aqui ! ♥

Sara Martins. disse...

ESTÁ LINDO PRINCESA! oh meu deus amei o teu blog como está agora, está tão lindo! e a música é super linda e já me identifiquei tanta vez com o teu texto, mas um dia vais conseguir fazer isso, por um ponto final de vez por enquanto muita força doce.
beijinho.*

patrícia disse...

força!

c. disse...

força princesa. qualquer coisa, já sabes, sim?

AF disse...

uns dias melhores, outros piores! não tem sido fácil, bem pelo contrário, mas tenho aguentado o melhor que consigo.
penso exactamente o que escreveste, tal e qual! e tu como estás minha querida?

beijinho enorme <3*

Tiago Mendes disse...

restará um espaço no coração referente à saudade de alguém que, um dia, nos soube fazer feliz, mas já não se conhecerá esse alguém. :)

Filipe Ribeiro disse...

Vai dar-me um certo gosto dizer-te : «eu avisei-te, meu amor.» e sorrir-te.

adorei!
força dear*

Hapi disse...

Costumas usar quais? :o sou tão ignorante em fotografia!

SVC disse...

gosto muito.
na verdade, vai restar aquilo que for verdadeiro!

Ana Oliveira disse...

Following.