Páginas

sexta-feira, 20 de julho de 2012

tu foste.

desde que te foste , as coisas não votaram a ser as mesmas. o Mundo não tem a mesma cor, o Sol não brilha da mesma maneira e os pássaros parecem ter perdido o pio. desde que te foste, levaste contigo a melhor parte de mim , a minha verdadeira pessoa... deixaste destroços, fragmentos. desde que te foste, que eu desejo ir também , ir para parte incerta, procurar por nada e encontrar-me algures. encontrar-te em qualquer esquina, desde que te foste, é o meu maior desejo. mas porque que tu te foste? porque foste e não voltaste ? o que é feito de ti ? de mim ? de nós ? desde que te foste ?! tudo o que resta é isto, questões sem resposta , dúvidas sem qualquer tipo de esclarecimento. saudade que doí e dor que mata.  volta , nem que seja por uma questão de minutos. volta . 

2 comentários:

P* disse...

Escreves bem, força* :)

mariaa disse...

Identifiquei-me muito com este texto...
Vou seguir o teu blog, gostei :)