Páginas

segunda-feira, 13 de setembro de 2010

uma pequena lista ...

gosto quando entras sem eu contar e me chamas de amor.
gosto quando a primeira coisa que me dizes é que me amas.
gosto quando me acordas de uma forma doce.
gosto quando me acordas desta forma : acorda preguisoça .
gosto quando ficas todo o dia comigo.
gosto quando ficas toda a tarde comigo.
gosto quando ficas toda a noite comigo.
gosto quando me das aulas sobre direito.
gosto quando resolvemos casos juntos.
gosto quando estudas comigo.
gosto quando vemos filmes juntos.
gosto quando dizes que sou linda.
gosto quando gostas de ouvir a minha voz.
gosto quando gostas das coisas que faço para ti.
gosto quando ficamos acordados.
gosto quando comemos coisas estranhas e indejestas as tantas da madrugada.
gosto quando dizes que sou idiota - as vezes isso faz-me rir-.
gosto quando me fazes chorar de felicidade.
gosto quando me deixas sem palavras.
gosto quando me abraças em silêncio.
gosto quando me dizes coisas bonitas.
gosto quando me chamas de "bb".
gosto quando me chamas de "cartaxinho".
gosto quando me chamas por "minha andreia".
gosto quando me pedes para dizer que te amo.
gosto quando me dizes que me amas.
gosto quando me dizes que sou a tua vida.
gosto quando me dizes que me queres para sempre.
gosto quando me dizes que não vives sem mim.
gosto quando me dizes que não me queres perder.
gosto quando me dizes que pensas em mim todo o dia.
gosto quando me fazes sentir única e especial.
gosto quando me dizes que sou perfeita.
gosto quando me dizes que sou a mulher da tua vida.

(...)

gosto da tua pele morena.
gosto do teu olhar sincero.
gosto dos teus lábios carnudos.
gosto do teu cabelo.
gosto do teu nariz.
gosto do teu jeito.
gosto de tudo aquilo que és.
gosto de tudo aquilo que me fazes ser.
gosto de não gostar , mas sim de te amar !

Esta é uma pequena lista de algumas coisas que eu gosto em ti.
amo-te mais que tudo , meu Filipe !

1 comentário:

H. Haller disse...

Andreia.

Esse não é um comentario para o blog, e sim uma maneira de me comunicar contigo.
Moro no Sul do Brasil, no estado do Rio Grande do Sul. A principio, quando comecei a ler teu blog, ha mais ou menos um mes atrás, achei que tu também era brasileira, só depois descobri que és portuguesa. Bom mas esse não é meu foco.
Mesmo que não te conhessa, sinto alguma ligação contigo e com as coisas que escreves, talvez elas me provoquem esperança, sim, esperança.
Esperança que ainda possa existir o amor, homem-mulher, acho que é isso que me conforta quando leio tuas palavras.
É sincero e puro.
Gostaria de saber se podemos manter contato, por email, por MSN, por blog ou facebook, qualquer coisa.
Gostaria de te "conhecer".
Abraços e tudo de bom pra ti e pro teu amor.
=)