Páginas

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

amor à distância.

Acabei agora mesmo de ver o  filme «Going the distance», já andava ansiosa por o ver e finalmente hoje foi o dia. Gostei, muito até e quero fazer um breve comentário sobre o que nele é retratado.

Relações à distância? Um bicho de sete cabeças para algumas pessoas, uma farsa para outras e uma realidade para tantas mas tantas pessoas que habitam no planeta Terra. Eu não vou escrever sobre algo que eu desconheça, é apenas algo que eu não gosto muito de revelar, pois fui e ainda sou muito julgada, mas com o tempo aprendi a ouvir-me a mim mesma e não os outros (no que diz relação a minha vida sentimental). Existem algumas pessoas que me admiram, a mim e também ao meu namorado, porque realmente não é fácil aguentar uma relação à distância e ainda para mais quando é uma distância tão longa que dói só de imaginar, é muito difícil por vezes e talvez hajam momentos que as nossas forças falham (mas só breves momentos), momentos em que pensamos se vale a pena (mas por fracções de segundos), e imaginamos o dia do reencontro (todos os minutos dos nossos dias) .
Para manter uma relação à distância é preciso bem mais do que amor, é preciso ter-se muito, mas quando digo “muito” é realmente muito respeito pelo nosso companheiro, é preciso haver muita confiança e muita força. Daquilo que eu tenho vindo a experimentar a base de uma relação deste "tipo" para além do amor é a confiança. Porque se estás com alguém (que não está presente fisicamente), tu não podes estar sempre a desconfiar, não podes estar sempre a criar coisas onde elas não existem (e aqui, eu também falo por experiência), tens de manter na tua cabeça o que é realmente importante e não coisas que te deitem a baixo.
E em termos de escolhas, por vezes temos de escolher entre uma coisa ou outra, por vezes temos de abdicar de algo, mas o amor é mesmo assim. E também, do que tenho visto ao longo do tempo que namoro com o F., tenho mais amor por ele, do que alguns casais que posso observar e estão dia após dia juntos. Existem dias que sinto tanto a falta dele que só me apetece meter-me dentro de um avião durante aquelas 12 horas e ir, cair-lhe nos braços e eu sei que esse é igualmente o desejo dele. Mas como eu disse no inicio, não é fácil… Não se pode simplesmente ir, eu não me importava de ir, eu não tenho trabalho, eu estou praticamente a acabar a escola, eu não me importaria de ir por ele, pois para além de ir de encontro da minha felicidade estaria automaticamente a realizar um sonho. Uma e outra vez tivemos de fazer escolhas e algumas fizeram com que ficássemos separados e mesmo assim eu apoiei e continuo a apoiar, não podemos olhar só para o nosso umbigo e quando alguém já têm uma vida num sitio, não podemos pedir para que simplesmente ela a largue, se formos fortes, se a relação for forte, então ela vai resistir a todo o tempo e a toda a distância e foi isso que eu aprendi e sabem que mais? Estou muito orgulhosa de nós os dois, muito mesmo!
E se ficarmos juntos para toda a vida, vou amar contar aos nossos filhos e depois aos nossos netos o motivo pelo qual eles nasceram, porque nós vencemos obstáculos e no fim a distância serviu apenas para fortalecer o nosso sentimento e unir ainda mais os nossos corações.
2 anos e 8 meses e ainda é eterno !

E bem o meu breve comentário estendeu-se um pouco mais do que o previsto, mas pelo menos eu desabafei… e agora tenho apenas um recado para toda a gente que me segue e não está perto das pessoas que amam (ainda são algumas pessoas) , tenham sempre força e quando as coisas parecerem piores ou quase no fim , respirem fundo, lembrem-se de todos os momentos e voltem a revive-los nem que seja na vossa mente. Um dia tudo ficará bem é só preciso ter coragem e não dar muito valor ao que nos dizem quem está por fora da história. Força !

P.s.1.- Filipe Fernandes, amo-te mais que tudo !
P.s.2.- Não vou responder a perguntas mais pessoais se me forem feitas.


15 comentários:

Kayra Biskowski. disse...

obrigada, querida :')
qual é o blog que devo responder-te?

Catarina disse...

Que belo comentário do filme que acabou por se estender para a tua própria vida mas isso até é bom sinal pois á filmes que quando os terminamos de ver ficamos sempre com uma mensagem positiva ou não dependendo da história. Eu nunca vi o filme mas tenho curiosidade em ver.

Beijinho querida *

Kayra Biskowski. disse...

esta bem, querida :p

Nitinha disse...

Às vezes é difícil :s
Obrigada querida :)

simple mind disse...

Muito obrigada querida. Bom quanto ao teu texto, tens toda a razão mas (...) Eu já tive um amor á distância e sobrevivi-a por mim.. mas por ele.. resolveu trair-me. Enfim, ainda bem que és feliz! Continua um beijo!

AnaM. disse...

ai tenho o mesmo comportamento que tu fofinha (:

AnaM. disse...

é o que faz estar apaixonada *.*

simple mind disse...

Dois meses, ele queria mais de mim. Mais do que eu conseguia dar de mim na altura entendes? Esse foi o motivo, eu penso. Não tenhas medo, a confiança é o elo mais forte para que nada aconteça.. Força, um beijo.

raio de sol disse...

também acho :')

AnaM. disse...

muitoooo mesmo (:

simple mind disse...

Oh minha querida, até eu tenho medo e ele vive numa ponta da cidade e eu noutra. Eu penso que o medo, é natural nas relações. E por outro lado também entendo que o sintas mais pela distância. Mas são quase três anos e já se conhecem provavelmente mais que bem.. Não te preocupes ele é teu e sempre o será :) Um beijo!

simple mind disse...

Não tens de quê, sempre aqui :)

simple mind disse...

Oh, fico muito feliz por te fazer sentir bem! Muita força querida! Sempre que precisares aqui estarei para te ouvir. Conta ti? :o Um beijo!

simple mind disse...

Querida, eu sei que deita a baixo mas tu és muito mais forte do que miseras palavras ditas de baixo. Ou seja, seja o que for não te deve atingir! Se estás feliz, se te sentes bem, o resto que se dane! Um beijo!

ana. disse...

admiro imenso quem é capaz de manter um amor tão forte assim, admiro mesmo.

eu já tentei, mas não deu certo.
hoje ainda tenho comigo um grande amor, longe de mim, mas que se mantém indestrutível e ainda bem (:

adorei ♥